Neve na Serra Gaucha - Brasil

Rio Grande do Sul

Agosto 1999

Em 1999 nevou na serra gaúcha em Maio e depois novamente em Agosto. A nevasca de Agosto durou dois dias de 14/08/1999 a 15/08/1999 e foi um dos mais fortes da ultima decada provocado por uma massa da ar polar vindo da Argentina com temperaturas abaixo de zero. Uma das cidades com mais neve foi São Francisco de Paula na serra gaúcha com varios centimetros de neve (veja fotos abaixo). Nesta ocasião viajei aproximadamente 500km em três dias com a Rural Willys buscando os lugares com maiores possibilidades de neve. Antes de partir eu consultei durante varios dias os serviços de meteorologia disponiveis na internet para tentar prever as chances de ver neve. Abaixo estão algumas fotos desta viagem.


Estrada entre São Francisco de Paula e Cambará do Sul em 14/08/1999. Temperatura em torno de 5 graus centigrados durante a tarde e nuvens escuras propícias à precipitação de neve durante a noite. Esta estrada foi recentemente parcialmente asfaltado mas ainde restam 10km de estradão de terra na chegada a Cambará do Sul. As estradas de terra na serra gaúcha são recheadas de muitas pedras o que dificulta a passagem dos carros normas que são muito baixos. Os problemas mais comuns são carter do motor furado, danos a parte de baixo (mangueiras de combustivel, lataria), e pneus cortados. Viajando num carro com grande vão livre do solo e pneus convencionais a viagem é muito mais tranquila.


11 horas da manhã dia 15/08/1999 em São Francisco de Paula/RS. Pela manhã havia nevado aprox. 4cm de neve que permaneceu no chão devido às baixas temperaturas proximo de zero graus centigrados. Altitude aprox. 1000m. Casas e galpões de madeira são típicos da região.


Neve e neblina em estrada de chão proximo de São Francisco de Paula/RS em 15/08/1999. Nestas condições a Rural é um ótimo abrigo do frio e o calor do motor e escapamento ajudam a aquecer os pés.


7 horas da manhã em Cambará do Sul/RS em 15/08/1999 após um noite gelada e nublado com temperaturas abaixo de zero e precipitação de pequenos flocos de neve. A Rural pegou na primeira tentativa e o motor funcionou muito bem no frio. O termostato manteve a temperatura do motor em torno de 70/80 oC.


Recomendações para viajar com a Rural no Frio/Neve

A bateria e motor de arranque devem estar em perfeitas condições para dar partida no motor no frio. No frio o óleo do motor se torna mais viscoso (grosso) o que dificulta a partida. O frio tambem diminui a eficiência da bateria fazendo o motor girar mais lento.

Colocar aditivo Etileno Glicol na água do radiador na proporção de 20% (No motor da Rural que tem capacidade de água de 10 litros colocar 2 litros de Etileno Glicol e completar com água). Assim voce ira proteger o motor contra congelamento até temperaturas de aprox. -6 graus centigrados. O congelamento da água do radiador pode rachar o bloco do motor e radiador.

Verificar se o seu motor tem um termostato instalado e funcionando. O termostato mantem o motor na temperatura ideal de trabalho (80/90C) mesmo que a temperatura ambiente esteja abaixo de zero. Sem o termostato você terá que colocar uma proteção de vento (papelão/plástico) na frente do radiador para permitir o aquecimento do motor.

Usar oleo multiviscoso tipo 20W-40 no lugar do óleo SAE-30 ou SAE-40 para facilitar a partida do motor e a lubrificação com o motor frio.

Cuidado com gelo na pista que provoca a perda de controle do veiculo. Pode haver formação de gelo mesmo sem neve aparente especialmente sobre pontes.

Levar um kit de cabos de bateria para interligar com a bateria de outro veículo (fazer uma chupeta).

Revisar as palhetas dos limpadores da parabrisa. Levar uma flanela anti embaçante ou lenço de papel para secar os vidros (a Rural não tem ventilador/desembaçador)

Revisar a sinalização, lampadas e farois do veículo porque a neve é acompanhado de neblina e chuva na serra.


Duvidas e Sugestões: Email: alanj@conex.com.br