Perguntas Frequentes Rural Willys
FAQ

Aqui estão respondidas algumas das perguntas mais frequentes que recebemos por email


1. Como achar tinta na cor original da Rural? Você tem catalogo de cores? Não dispomos de todos as cores de tinta da Rural porem você encontra neste site o nome e codigo das cores entre 1960 e 1972 e Tabela de Cores da linha Willys 1964 . Hoje em dia você pode reproduzir qualquer cor de tinta se levar uma pequena amostra da tinta original para uma boa loja de tintas especializada que irá fazer a leitura eletrônica da cor. A partir da leitura da cor um equipamento computadorizado irá fazer uma mistura de tintas para reproduzir a cor da tinta original. A amostra de tinta utilizada como padrão deverá ser de um local da carroceria que não desbotou pelo sol. Sugerimos o interior do porta luvas ou chapas das molduras das janelas. A placa metálica de identificação da carroceria da Rural pode indicar o codigo da cor original de fábrica. Voce pode adquirir tinta duco ou sintético em aerosol Colorgin personalizado (misturado na loja) nas cores dos carros nacionais para pequenos retoques. A maioria das Rural tem pintura de duas cores combinando o branco e mais uma cor (saia e blusa). Durante os anos de 66/67/68 a Rural tambem foi fabricado com cores solidas em azul escuro, verde escuro e marrom. Alguns anuncios coloridos em revistas antigas como aqueles disponiveis neste site podem mostrar cores original da época. Consulte um especialista em tintas automotivas ou alguem que já pintou veiculos antigos com bons resultados antes de pintar a sua Rural porque as tintas disponíveis hoje podem ser diferentes da tinta original de fabrica em termos de brilho e acabamento. Hoje existem muitas variedades de tintas automotivas do tipo sintético, duco, poliester, poliuretano (PU) etc... e o acabamento, brilho, durabilidade e metodo de aplicação são diferentes. Algumas tintas tambem não permitem pequenos retoques. Para trocar a cor de um veículo é necessario solicitar uma autorização no "Detran" da sua cidade e fazer uma vistoria antes e outra depois da pintura.

2. No setor de direção vai óleo ou graxa? Existem graxeiras no eixo traseiro? No setor de direção a Willys Overland recomendava óleo mineral puro SAE-140 GL-1 e nunca usar graxa. O óleo SAE-140 GL-1 é um óleo sem aditivos de alta pressão e com alta viscosidade para transmissões. O eixo traseiro da Rural Willys até 1966 com pontas de eixo chavetado e com porca tinha pinos graxeiros nas extremidades do eixo traseiro para lubrificar os rolamentos das rodas com bomba de graxa. Nas Rural mais modernas a partir de 1967 não existem pinos graxeiros no eixo traseiro e as pontas de eixo devem ser desmontados para trocar a graxa.

3. Como achar uma Rural em bom estado de conservação e baixo preço? Em primeiro lugar você deve ter muita paciência para procurar e esperar com calma até achar uma Rural inteira. Em algumas regiões do Brasil como o Sul e o Nordeste é mais fácil encontrar Rural circulando e a venda. Procure em pequenas cidades do interior onde ainda ha Jipes e Rural circulando ou abandonados em baixo de um galpão velho. Muitas Rural adquiridas ultimamente foram compradas do primeiro ou segundo dono. Algumas instituições como escolas e igrejas colocam a venda veiculos parados como a Rural e com um bom preço por desconhecer o valor real de uma reliquea. Quem tem uma Rural inteira dificilmente coloca a venda e não aceita propostas de compra. Os classificados do Jornal Zero Hora de Porto Alegre no domingo sempre tem Rural anunciado. Muitas Rural já foram negociadas em todo o Brasil através dos classificados deste site, muitas veses de um estado para outro. Na revista 4x4&Cia você tambem encontra Rural a venda. O preço de uma Rural pode variar de R$1.000 a R$20.000 conforme o estado de conservação, acessórios e originalidade. O ano de fabricação não afeta muito o preço. A restauração de uma Rural pode custar muito dinheiro em peças e mão de obra então vale a pena pagar mais para comprar um Rural já inteira. Normalmente na venda você só recupera em torno de 50% do valor total investido na reforma de um veículo antigo. Veja Dicas de Compra Rural neste site. Quando você sair para comprar uma Rural é bom ter o dinheiro disponível no banco (ou no bolso) a vista pois assim você consegue negociar um preço menor e fechar negocio antes que outra pessoa compre a mesma Rural. Geralmente quando o negócio é bom você tem que comprar na hora ou logo em seguida antes que o dono desista do negocio ou antes que outra pessoa compre. Não esqueça de verificar a documentação e número do chassi porque o veículo pode estar com as taxas e seguro atrasados a muitos anos. Hoje em dia é possivel verificar a situação de taxas e multas de qualquer veículo via internet nos "Detrans" de cada estado e basta informar o número da placa.

4. Qual é a capacidade de carga da Rural Willys? Conforme dados da fábrica de 1963 a capacidade de carga dos modelos 4x2 e 4x4 é 420kg. Nas propagandas de 1966 a Rural 4x2 tem uma capacidade de carga de 500kg e a 4x4 tem capacidade de 550kg. Este peso é o peso total dos passageiros mais a bagagem. A caminhonete Rural normalmente é licenciada para 6 passageiros (motorista + 5) e deve possuir 6 cintos de segurança. Existiu um banco opcional de fábrica que era instalado no porta malas e que aumentava para 8 o numero de passageiros. A Pick-Up Willys 4x2 e 4x4 tem capacidade de carga de 750kg. A partir de 1970 a suspensão traseira da Ford Rural foi reforçada com aumento da largura do feixe de molas de 44mm para 57mm e jumelos mais reforçados. A suspensão da Rural é macia e confortável e não suporta muito peso apesar de usar feixe de molas.

5. Onde posso encontrar os frisos laterais e traseiros,os parachoques cromados e espelho lateral? Os detalhes cromados de acabamento da Rural hoje são encontrados apenas como peça usado em ferro velho ou desmanche. Em exposições de autos antigos você poderá encontrar comerciantes que negociam estes itens. Os parachoques e calotas são mais fácil de encontrar enquanto os frisos e o espelho da porta são "mosca branca" e muito difícil de acahar. Fique atento para encontrar ferro velho na beira da estrada com carroceria de Rural. Existem pessoas que fazem frisos cromados a metro de modo artezanal.

6. Existe bagageiro na medida da Rural? Não conhecemos bagageiros na medida certa da Rural mas a Rural possui uma excellente calha para fixação do bagageiro. Existe um rack simples reforçado para barco ou prancha de surf da marca Long Life que encaixa bem na capota da Rural. Voce pode tentar adaptar um bagageiro de Land Rover ou Toyota Bandeirante ou fabricar um bagageiro especial. Obs.: a capota da Rural é mais estreito na frente e mais largo atras. A melhor solução talvez seja fabricar um bagageiro especial para sua Rural. Evite de carregar peso em cima da Rural porque o centro de gravidade será elevado prejudicando a estabilidade especialmente em estradas que tem uma inclinação em direção ao acostamento.

7. Gostaria de saber se legalmente posso colocar um motor diesel na Rural? Sim, se a Rural for modelo 4x4 com reduzida você poderá solicitar o licenciamento com motor diesel. Você deverá apresentar as notas fiscais do motor e material utilizado na adaptação e ainda passar por uma vistoria técnica. Consulte o departamento de transito do seu municipio antes de iniciar a instalação de um motor diesel na sua Rural porque os critérios exatos de licenciamento podem variar conforme a região. A Rural 4x2 não pode usar motor diesel porque não atende a pelo menos um dos requisitos obrigatórios para uso de motor diesel que é capacidade de carga superior a 1000kg ou tração 4x4. É possível que a partir de 2002 o óleo diesel seja liberado para todos os veículos.

8. Onde posso comprar o manual do proprietario da Rural 61, 76......? O manual do proprietário é um item difícil de encontrar. Você poderá encontrar manuais originais a venda em exposições de auto antigos ou em anuncios a um custo de aprox. R$80,00 a R$250,00. Neste site você pode adquirir reproduções dos manuais da Rural 63, 66, 68, 69, 75, F-75 61, 70, 73, 75, Jeep 58, 64, 73 alem do Manual do Mecânico Willys e Catalogo de Peças.

9. Onde posso encontrar o manual da Pick-Up Willys ou F-75? O manual do proprietário original da Pick Up Willys é uma raridade e muito difícil de achar. Neste site você pode adquirir uma reprodução do manual da Pick-Up F-75 de 1961, 1970, 1973 ou 1975.

10. O motor novo Ford OHC 4 cilindros não é muito fraco para a Rural? O motor OHC 4 cilindros tem a mesma potência máxima do motor 6 cilindros porem esta potência é obtida a uma rotação bem maior e a curva de torque é bastante diferente. O motor 6 cilindros tem mais torque em baixa rotação, ou seja tem mais força e potência em giros menores comparado ao motor 4 cilindros.  A  unica vantagem do motor 4 cilindros é ser um projeto mais moderno  (e mais leve) e que foi usado em carros modernos (inclusive o Mustang, Maverick e F-100) e portanto as peças de reposição talvez sejam de melhor qualidade e mais parecidos com os de carros modernos, alem de ser um motor mais barato de reformar porque tem apenas 4 cilindros.  Para força no fora de estrada em baixa rotação eu acho que o motor 6 cilindros é melhor. O motor 6 cilindros é um projeto da decada de 50 mas ainda tem muitas rodando em Jipe e Rural e empilhadeiras no Brasil e as peças ainda são encontradas.  O motor 6 cilindros desenvolve a potência máxima e o torque máximo a uma rotação 1000rpm abaixo das rotações do motor 4 cilindros conforme tabela abaixo. Muitas pessoas dizem que o motor 6 cilindros é melhor que o 4 cilindros e temos conhecimento de pessoas que trocaram o motor Ford 4 cilindros da Rural pelo motor 6 cilindros Willys. Nota: O motor Ford 4 cilindros existiu tambem na versão a alcool no Jeep e F-75 em 1982/83. Podemos dizer que o motor Ford 4 cilindros é mais fraco do que o motor Willys 6 cilindros em baixa rotação e precisa trabalhar com mais giro para obter um bom desempenho. O motor Ford foi oferecido exclusivamente com caixa de 4 marchas e relações mais reduzidas enquanto o motor BF-161 tinha elasticidade suficiente para trabalhar com apenas 3 marchas com relações mais longas. É interesante lembrar que o motor Willys 6 cilindros com cilindrada de apenas 2.600cm2 foi um dos menores motores 6 cilindros fabricados e é praticamente equivalente aos motores 4 cilindros em termos de cilindrada. O motor 6 cilindros é tambem um motor silencioso e com pouca vibração. Leia Mais . Veja as especificações dos dois motores:

MODELO MOTOR CILINDRADA POTÊNCIA MAX. TORQUE MAX.
Motor Willys BF-161 6 cilindros: 2.638cm3 90HP a 4400rpm 18,67 kgm a 2.000rpm
Motor Ford OHC 4 cilindros: 2.300cm3 91CV a 5000rpm 17,0 kgm a 3000rpm

11. Existe algum motor diesel que se adapte bem na Rural? Eu recebo muitas consultas sobre adaptação de motor diesel na Rural. Esta é uma adaptação que custa muito dinheiro para ser bem feito e quase sempre não compensa financeiramente para quem roda pouco. . No inicio da decada de 60 o catalogo de peças da Willys mencionava um motor diesel numero Willys 82056 com numero Perkins 4203W25 mas não temos maiores informações (deve ser o motor Perkins 4.203 conhecido como Perkinho). Hoje a nossa recomendação é escolher um motor diesel moderno de alta rotação, leve (aprox. 200kg) e boa potência como aqueles utilizados hoje nas caminhonetes Ranger, S-10, Hilux, Dakota, Sprinter, Nissan, Mitsubishi etc... Evite os antigos motores diesel de baixa rotação da F-1000 e D-20 (Ex: MWM 229.4 ou Perkins 4.236 ou Maxion S4) que são derivados de motor de trator e são muito pesados (aprox. 400kg) e barulhentos. Hoje você encontra no mercado os motores leves (aprox. 200kg) de alta rotação MWM Sprint 2.8 (S-10, Troller) e Maxion HS2.5L ou HS2.8L (Land Rover, S-10, Ranger, Sprinter) que são boas opções para a Rural. Temos noticias tambem de boas adaptações dos motores Toyota da Hilux, do Bandeirante, da Nissan e do Pajero na Rural. Normalmente a troca de motor requer a troca da caixa de marchas e diferencial para adequar as relações de marchas e a resistência ao novo motor com menor rotação alem de reforço da suspensão dianteira devido ao maior peso. O maior peso poderá tambem tornar a direção mais pesado e comprometer a durabilidade da direção e rodas dianteiras e tornar necessário uma direção hidraulica. A maior vibração de um motor diesel pode tambem comprometer a carroceria. A instalação de um motor diesel pequeno (Ex: da Kombi) vai tornar a Rural muito lenta e o resultado pode ser decepcionante ja que a Rural pesa em torno de 1.600kg vazio. A adaptação do motor diesel na Rural exige um estudo técnico muito bem feito e geralmente custa muito dinheiro para ficar bom. Existem oficinas que fazem este tipo de adaptação rotineiramente. Procure falar com alguem que já fez a transformação da Rural para diesel. Antes de trocar o motor, verifique a ducumentação necessaria na autoridade de transito local ou no "Detran" do seu estado. Veja os requisitos para troca para motor diesel em SP.

12. É possível transformar uma Rural 1966 4x2 em 4x4? Sim, é possivel transformar uma Rural 4x2 em 4x4. É necessario instalar algumas peças da Rural 4x4 como caixa de transferência, eixo cardan dianteiro, eixo dianteiro com diferencial original, novos braços de direção, e alavancas de comando da tração. As peças mais fáceis de adaptar são aquelas próprias da Rural 4x4 adquiridos em ferro velho. Esta transformação é muito mais facil na Rural 4x2 com suspensão de feixe de molas na frente. Na Rural Luxo 4x2 com suspensão de mola helicoidal na frente a transformação não fica bom porque é necessário instalar uma nova suspensão dianteira com feixe de molas e a curvatura das longarinas do chassi logo acima do eixo é insuficiente e não permite um bom curso da suspensão de eixo rigido. A relação do diferencial dianteiro deverá ser identico à relação do diferencial traseiro. Na minha opinião esta transformação não vale a pena sendo preferível adquirir uma Rural 4x4 original de fábrica. A tração dianteira gera mais ruido e alguns proprietários de Rural 4x4 colocam roda livre ou inclusive retiram o eixo cardan dianteiro e as engrenagens do diferencial dianteiro para rodar sempre em modo 4x2 na estrada.

13. É possivel levantar a suspensão para instalar pneus maiores? Sim, é possível levantar a suspensão arqueando as laminas das molas, instalando jumelos maiores, colocando mais laminas nos feixes, instalando suspensão auxiliar a ar, ou instalando suspensão nova do tipo helicoidal. A carroceria tambem pode ser levantada em relação ao chassi instalando calços de borracha ou poliuretano mais altos. Não é muito recomendável levantar a Rural porque a estabilidade será prejudicada com perigo de capotamento em curvas. A Rural capota antes de derrapar ou cantar pneu porque é um veículo alto. Com a maior altura a Rural tambem vai deitado para o lado direito na estrada já que as estradas normalmente tem uma inclinação para o lado direito e cujo efeito é acentuado numa Rural alta. Os amortecedores devem ser próprios para as novas medidas da suspensão levantada. O eixo cardan, amortecedores, mangueiras de freios e braços de direção podem ser seriamente prejudicados por uma suspensão levantada portanto nem sempre esta transformação é simples podendo comprometer a segurança do veículo quando mal feito. Uma barra estabilizadora seria recomendado para todas as Rural e em especial aquelas levantadas para diminuir as oscilações laterais da carroceria porém ninguem usa porque precisa ser adaptada (todas as caminhonetes modernas tem barra estabilizadora). Existem oficinas que trocam toda a suspensão da Rural retirando os feixes de molas originais e instalando molas helicoidais e braços do Ford Galaxie ou similares.

14. Onde eu acho os pneus originais medida 7.10-15 tipo Cidade Campo? O pneu 7.10-15 "borrachudo" deixou de ser fabricado no Brasil a partir de 1998 em todas as fabricas como Firestone, Pirelli e Goodyear devido a "pouca procura" (ele continua disponivel somente na medida aro 14 para Kombi e Gurgel). Voce ainda pode achar o pneu 7.10-15 novo de varias marcas mas somente com o desenho liso para asfalto que era original na Rural 4x2. Como opção hoje existem muitas medidas de pneus radiais que podem ser utilizados na Rural com bons resultados (Ex: 225/75-R15, 215/80-R15,215/80-R16). Uma opção é recauchutar os velhos pneus 7.10-15 Cidade Campo porem a carcaça tem uma vida limitada e em breve não existirão carcaças boas aproveitáveis. Existem no mercado (SP, SC) pneus importados remoldados na medida 7.10-15 mas não temos maiores informações. Nossa sugestão é usar pneus radiais de caminhonete com dimensões de largura e diâmetro externo o mais proximo possível do pneu 7.10-15 original. Veja página de pneus neste site para maiores informações.

15. A troca de pneus para medidas maiores não muda as relações, inclusive do velocimetro? Sim, a colocação de pneus maiores irá alongar a relação de todas as marchas fazendo a Rural andar mais rapido em cada marcha para uma mesma rotação do motor. Em compensação a Rural também irá perder força em cada uma das marchas e em subidas terá que usar uma marcha mais reduzida. Pneus maiores tambem fazem o velocimetro indicar uma velocidade menor. Por exemplo você poderá estar a 86km/h enquanto o velocímetro indica apenas 80km/h. Pneu com diâmetro maior tambem diminui a eficiência dos freios e aumenta os esforçõs nos rolamentos, pontas de eixo e diferencial.

16. Não existe um site como este falando só sobre Jipe? Não conhecemos muitos sites no Brasil dedicados exclusivamente a detalhes do Jipe Willys CJ-5. Existem alguns sites sobre restauração de Jipes militares e muitos sites sobre veículos 4x4 em geral . Um site interesante sobre o Jipe nacional é http://www.garajeep.cjb.net/ . Nos EUA existem bons sites dedicados a varias fases do Jeep americano. Como curiosidade para quem gosta de Jeep Willys incluimos neste site algumas informações e fotos de Jipe CJ-6 "Bernardão" e o manual do Jeep CJ-5 .

17. Ainda é possivel encontrar tapetes de borracha da Rural? Sim, você ainda encontra no comércio os tapetes do assoalho da Rural. Algumas lojas estão deixando de trabalhar com estas peças mas você poderá ainda encontrar estoques antigos. Procure em lojas antigas e tradicionais especializadas em peças de borracha para veículos. Para o porta malas da Rural que não possui tapete você pode recortar uma manta de borracha sob medida. O tapete dianteiro (que vai na frente do banco dianteiro) normalmente é mais fácil de encontrar do que o tapete traseiro (que vai na frente do banco traseiro. .

18. Onde eu encontro a dobradiça da porta traseira da Rural? A dobradiça traseira "tipo piano" costuma enferrujar mas infelizmente não é mais encontrado no comércio, inclusive em SP. Você pode encomendar uma dobradiça especial sob medida com um torneiro mecânico ou adaptar uma dobradiça reforçada do tipo utilizado nos bagageiros laterais de onibus rodoviário. Procure em lojas especializadas em peças para onibus rodoviários. A dobradiça de onibus é muito comprida e deve ser cortada depois no comprimento e largura correto da Rural e ainda furado e escareado para colocação dos parafusos de fixação. Voce pode zincar (galvanizar) a dobradiça antes de montar para proteger contra ferrugem. Atenção: existem dobradiças do tipo menos reforçadas e mais reforçadas para onibus e você deve procurar o tipo mais reforçado que tem um pino de maior diâmetro e usa chapa mais grossa. Temos noticia de fabricação artezanal de dobradiça para Rural em aço inox. Uma outra opção é usar duas pequenas dobradiças adaptadas da tampa traseira de caminhonetes pequenas modernas. Na seção Dicas de Manutenção neste site mostramos como adaptar a dobradiça de onibus na Rural.

19. Qual a diferença do motor Willys BF-161 para o motor Willys 2600? Os dois motores são idênticos em cilindrada (2638cm3) e taxa de compressão (7,6:1) porem a carburação, coletores e ignição são diferentes. O motor BF-161 tem apenas um carburador e potência de 90HP a 4400rpm enquanto o motor 2600 tem dois carburadores e desenvolve potência de 110HP a 4400rpm. O ponto de ignição do motor BF-161 é 5oAPMS enquanto no motor 2600 é 7oAPMS. A Rural com o motor 2600 tem relação de diferencial mais longo para aproveitar melhor a maior potência do motor. O motor BF-161 tem um único coletor de escapamennto tipo 6x1 enquanto o motor 2600 tem dois coletores de escapamento 3x1. A grande maioria das Rural usam o motor BF-161 de 90HP com um carburador . Existiu tambem um motor Willys 6 cilindros com cilindrada de 3000cm3 com um carburador de corpo duplo 140HP que chegou a equipar algumas Rural a partir de 1967. A cilindrada de 3000cm3 foi conseguida aumentando o curso dos pistões e sem aumentar o diâmetro dos cilindros. O motor 3000 foi utilizado tambem no Itamaraty e depois com alguns aperfeiçoamentos no automovel Maverick da Ford. Leia Mais .

MODELO MOTOR CILINDRADA POTÊNCIA MAX. TORQUE MAX.
Motor Willys BF-161 6 cilindros: 2.638cm3 90HP a 4400rpm 18,67 kgm a 2.000rpm
Motor Willys 2600 6 cilindros: 2.640cm3 110HP a 4400rpm 19,36 kgm a 2000rpm
Motor Willys 3000 6 cilindros 3.014cm3 140Hp a 4400rpm 22,30 kgm a 2000rpm

20. Onde posso comprar um módulo de ignição eletrônica? A empresa americana MSD fabrica diversos modelos de ignição eletrônica, inclusive modelos mais simples (modelos 5900 e 5200) que funcionam usando o platinado original do motor. A VW do Brasil fabricou um módulo de ignição transistorizada que era usado no Fusca e Passat e que funciona bem no motor 6 cilindros da Rural. Este módulo pode ser adquirido neste site. Existiu no Brasil um módulo de ignição da marca Wapsa para uso com platinado mas hoje em dia é dificil encontrar. No exterior existem outras marcas de ignição eletrônica para usar com platinado.

21. Como adaptar ignição eletrônica na Rural? A solução mais simples é instalar um módulo de ignição transistorizada que é facilmente instalado nos fios entre o distribuidor e a bobina sem alterar as características do distribuidor que permanece com o platinado original. A outra solução é a troca completa do distribuidor (ex: GM 6 cil) eliminando o platinado e usando um verdadeiro módulo de ignição eletrônica como nos veículos modernos. A instalação de ignição transistorizada ou eletrônica no motor Willys é uma das maneiras mais fáceis de conseguir um desempenho mais redondo a partidas mais rápidas. Esta adaptação requer bons conhecimentos do motor Willys e sistemas de ignição. Os cabos de velas e bobina devem estar em perfeitas condições para usar ignição eletrônica. Para eliminar o platinado normalmente é necessário trocar o distribuidor completo instalando um distribuidor moderno de motor 6 cilindros com alguma adaptação na fixação no bloco e no eixo de acionamento da bomba de óleo. Nos EUA existem muitos "kits" para adaptação de ignição eletrônica sem platinado em motores antigos. Não sei se existe um kit pronto para o motor Willys 6 cilindros que foi fabricado inicialmente nos EUA na decada de 50.

22. Como adaptar gás no motor da Rural ? No interior e litoral do Brasil em locais isolados existem muitas Rural rodando com sistemas de gás rudimentares utilizando botijão de gás de cosinha 13kg o que não recomendamos. Recomendamos procurar oficinas credenciadas que instalam sistema completo para transformar o motor para gás natural a um custo de aprox R$2.500,00. O motor Willys 6 cilindros era equipamento original nas empilhadeiras antigas Yale e Clark a gás e se adapta bem a este combustivel. Existe um kit popularmente chamado de Rodogas para adaptar gás em motores.

23. Onde conseguir peças para a Rural, especialmante detalhes de acabamento? Você pode encontrar em lojas especializadas todas as peças que sofrem desgaste na Rural e que representam um mercado de reposição interessante para os fabricantes. É relativamente fácil encontrar peças para motor, transmissão, eixos, embreagem, freios etc... Atenção porque muitas peças hoje oferecidos no mercado são imitações de baixa qualidade. A popularidade de esportes 4x4 e Jipes tem aumentado a oferta de peças e acessórios para veículos Willys. Neste site oferecemos uma lista com algumas Lojas que vendem peças para Rural Willys. A revista 4x4&Cia tambem tem muitos anuncios de lojas especializados em peças Willys, especialmente em SP. A maioria das lojas enviam peças para todo o Brasil via correio SEDEX. Algumas lojas antigas do interior ainda tem peças originais Willys. Os detalhes de acabamento como vidros, cromados, frisos, emblemas e lataria só são encontrados usados em ferro velho. Algumas lojas antigas especializadas na linha Ford ainda tem algumas peças para Rural. Em encontros e exposições de carros antigos você pode encontar peças e detalhes de acabamento para Rural. Existem pessoas que fabricam frisos cromados ou de inox artezanalmente para Rural.

24. A Rural é muito dispendiosa em termos de manutenção? Não, a Rural tem uma manutenção simples e a maioria das peças custam menos do que o similar de um carro moderno. Uma Rural com alta quilometrágem e sem manutenção em dia pode apresentar todo tipo de problema e um alto custo de manutenção ou reforma. O motor 6 cilindros da Rural tem um custo de retífica bem superior a um motor de 4 cilindros comum devido ao maior numero de cilindros. Para quem vai rodar pouco o custo de manutenção é muito baixo. As Rural mais antigas estão ainda isentas do imposto IPVA. A maioria dos proprietários de Rural hoje em dia gostam de fazer parte da manutenção e modificações e restaurações em casa. Como qualquer carro antigo é necessário ter alguns conhecimentos de mecânica e um jogo de ferramentas em polegadas para manter uma Rural rodando em boas condições e fazer pequenos reparos na estrada. O baixo custo de manutenção é comprovado pelo grande numero de Rural e pick-up Willys ainda em uso em pequenos estabelecimentos comerciais como carro de entregas.

25. Qual o tipo de manutenção que deve ser dado na Rural? É igual a qualquer outro carro? A manutençaõ da Rural é igual a qualquer carro antigo das decada de 60; trocas de óleo frequentes, lubrificação com graxa, regulagem do platinado e ponto de ignição, regulagem das valvulas do motor, regulagem e limpeza freios,  manutenção das laminas da suspensão, troca buchas suspensão, etc... . A mecânica da Rural é extremamente simples e de fácil acesso o que simplifica a manutenção. A Rural simplesmente não possui sistemas eletrônicos ou caixas pretas e sensores para estragar e ainda permite consertos do tipo quebra galho para conseguir chegar em casa. Um detalhe importante é lubrificar os pinos graxeiros a cada 1500km ou logo depois de andar no barro já que as vedações de graxa são deficientes e a graxa deve ser reposto regularmente. Grande parte da manutenção poderá ser feito pelo próprio dono devido a simplicidade o que torna a Rural o veículo ideal para quem gosta de fazer sua propria manutençaõ. Um dos segredos para manter um carro antigo funcionando bem é ligar o motor e rodar alguns quilômetros pelo menos uma vez a cada 15 dias para evitar o travamento dos freios, problemas de carburação e descarga da bateria. Para conservar a lataria e os acabamentos é recomendado guardar o veículo em local seco e com sombra. Uma curiosidade é que a Rural praticamente não possui partes plásticas para quebrar e estragar como nos carros modernos. Na Rural os consertos maiores são feitos trocando kits de "reparos" e conservando as peças mecânicas originais ao contrário dos carros modernos onde conjuntos inteiros são jogados no lixo a trocados por conjuntos novos. A Rural, conforme o modelo, possui entre 13 e 29 pinos graxeiros.

26. Voce conhece algum bom mecanico de Rural ? A maioria dos mecânicos que trabalharam nas revendas autorizadas Willys e Ford nas decadas de 60 e 70 estão aposentados mas ainda existem mecânicos Willys experiêntes em todo o Brasil. O exército tambem formou muitos bons mecânicos Willys. Com o surgimento do modismo do Jipe e veículos 4x4 em geral, hoje existem oficinas especializadas na maioria das grandes cidades. No interior você encontra mecânicos que conhecem bem a Rural e o Jipe porêm falta conhecimento técnico e especificações de montagem. Alguns mecânicos sem treinamento técnico aprenderam tudo que sabem ao longo dos anos mexendo em veículos e podem cometer erros grosseiros sem saber. Solicite boas recomendações e um orçamento antes de entregar a sua Rural para um mecânico, especialmente quando o serviço envolve caixa de marchas, diferencial, parte interna do motor e itens de segurança como freios e direção já que estes conjuntos devem seguir especificações de folga e aperto de montagem muito importantes. Alguns mecânicos de carros modernos de tração dianteira desconhecem os detalhes mecânicos da Rural e vão tentar aprender na sua Rural o que não é bom. Muitos mecânicos simplesmente se recusam a fazer consertos na Rural. O mecânico precisa ter competência alem de boa vontade para resolver o problema da sua Rural. É importante que o mecânico saiba onde encontrar peças novas e usadas de boa qualidade para Rural ou você terá que ainda ajuda-lo na compra de peças. Evite enjambrações e gambiaras que acabam desvalorizando o veículo e comprometendo a segurança. O Manual do Mecânico Willys disponível para venda neste site é uma fonte de informações valiosas para reparos na Rural. Na seção de Lojas e Mecânicos deste site temos algumas indicações de mecânicos em varias cidades do Brasil. Os mecânicos geralmente são especializados em apenas uma parte do veículo então você tem que levar em varias oficinas para resolver todos os problemas. Por exemplo, um mecânico que gosta de trabalhar com motor não vai fazer um bom serviço de freio ou pintura e vice-versa. Para alguns serviços como freios é melhor procurar uma oficina especializada que só faz este tipo de serviço. Para consertos de suspensão procure um bom posto de molas que atende a caminhões e caminhonetes com feixe de molas. Os proprios mecânicos e empresas de retífica podem indicar outros mecânicos na sua região. Em algumas situações você deve comprar todas as peças antes de levar o veículo para o mecânico porque os mecânicos geralmente não tem estoque de peças Willys. Muitos reparos simples podem ser feitos por você com um bom jogo de ferramentas.

27. Com qual Km se torna necessário uma retifica do motor? Eu fiz a primeira retífica completa do meu motor com 110.000km e considero este um valor médio. A vida útil do motor depende do modo de dirigir, procedimento de amaciamento, temperatura de trabalho do motor, trocas de óleo e manutenção. A vida útil após uma retífica vai depender da qualidade das peças e do serviço de montagem que deverá obedecer as recomendações de folgas e aperto do fabricante Willys. Erros de montagem, sujeira nos mancais e folgas de montagem fora da especificação podem comprometer a durabilidade de um motor retificado. Para prolongar a vida do motor obedeça sempre as recomendações de troca de óleo e evite de forçar o motor em baixa rotação. Nunca forçe o motor na marcha mais alta (3a ou 4a) abaixo de 40km/h. Após uma retifica é importante verificar a pressão do óleo e o funcionamento da bomba de óleo e trocar por um novo se necessário. Uma bomba de óleo com desgaste não irá proporcionar uma boa lubrificação do motor diminuindo sua via útil. A retífica do motor 6 cilindros Willys custa hoje (01/2001) entre R$1.500,00 e R$2.500,00. Quando solicitar um orçamento de retífica verifique a lista e a marca das peças que serão trocadas e se serão feitos verificações importantes como Magnaflux (detecta rachaduras no virabrequim), retífica do eixo comando de válvulas, retífica do volante da embreagem, balanceamento do virabrequim e volante do motor. O preço da retífica pode variar conforme os itens trocados e a qualidade das peças. Um motor com desgaste dos aneis e cilindros produz fumaça branca azulada e consome óleo lubrificante. Um motor com desgaste nos mancais de biela e virabrequim se torna barulhento em certas rotações com o motor quente ou logo após ligar e o barulho aumenta conforme as folgas vão aumentando. Ao perceber barulhos (rajadas) no motor, pare de rodar com a Rural e procure um mecânico e evite de continuar rodando para evitar danos maiores nos eixos do motor. As bronzinas das bielas podem ser trocados por baixo do motor removendo a tampa do carter sem retirar o motor do veículo como solução temporária.

28. Existe guincho mecânico para a Rural? Não sabemos se existe no mercado um guincho mecânico acionado pela transmissão ou motor da Rural 4x4. Existe um fabricante nacional de guinchos mecãnicos marca Ensimec que talvez disponha de um guincho para Rural (já existe para Toyota, Jipe e Land Rover) .

29. Gostaria de saber se a Rural cabine dupla é original ou adaptado? Pode ser original ou adaptada. A Rural cabine dupla existiu e foi uma série especial fabricado para o exercito. Foram fabricados tambem Rural com porta traseira dos passageiros especialmente para a compania Souza Cruz e exercito. Existem Rural cabine dupla adaptadas da carroceria da Rural onde a parte traseira da capota e os vidros traseiros foram retirados formando um pequeno compartimento aberto para bagagem na parte traseira. Este tipo de Rural com a traseira cortada vai ter a distância entre eixos igual a Rural, 265cm. Uma inspeção detalhada nos acabamentos das chapas estampadas especiais pode revelar se é original ou adaptado. A Rural cabine dupla original de fábrica tem as laterais traseiras parecidas com a Pick-Up F-75 com uma saliência na chapa característica da F-75 e tem tambem a distância entre eixos da F-75 que equivale a 299cm. Neste site voce pode ver fotos de algumas Rural cabine dupla original de fábrica.

30. Como reduzir o consumo de combustível da Rural? O consumo normal para uma Rural 4x2 com motor 6 cilindros é aprox. 7km/l na estrada a 70/75km/h. Para reduzir o consumo o mais importante é manter o motor regulado nos itens carburação, ignição e filtro de ar e não andar em alta velocidade. Um filtro de ar sujo funciona como um afogador e aumenta o consumo. De vez em quando limpe a tela metálica interna do filtro de ar com um solvente como querozene ou óleo diesel. Mantenha os pneus bem calibrados e aumente a pressão quando carregar mais peso. Evite de carregar pesos e objetos desnecessários no porta malas porque a Rural é pessado e vazio já pesa em torno de 1600kg. A Rural é pouco aerodinâmico e a velocidade na estrada tem uma grande influência no consumo de gasolina. Por exemplo, a força do vento a 100km/h é o dobro que a 70km/h. Na estrada evite acelerações bruscas e procure não passar de 70km/h para reduzir a força do vento e economizar combustível . Pneus radiais estreitos podem ajudar a economizar porque diminuem a resistência ao rolamento e esquentam menos, ou seja, rodam mais livres quando comparado aos pneus diagonais originais que costumam esquentar. Evite de usar bagageiros e acessórios salientes desnecessários que aumentam a força do vento. Quando pisar no acelerador para ganhar velocidade acelere devagarinho porque quando você pisa fundo o mecanismo do carburador automaticamente enriqueçe a mistura ar-gasolina injetando mais gasolina, aumentando o consumo. Veja na tabela abaixo os resultados de consumo da Rural 4x2 de 1963 conforme teste da revista Quatro Rodas. O manual do proprietário da Rural sempre teve uma página de "dicas" de como economizar combustível. As propagandas da Willys na decada de 60 especificavam uma velocidade de cruzeiro de 75/80km/h para a Rural 4x2 e 70/75km/h para a Rural 4x4.

VELOCIDADE CONSUMO GASOLINA
60 km/h 7,8 km/l
80 km/h 6,95 km/l
100 km/h 5,68 km/l
120 km/h 4,26 km/l

31. Qual o melhor pneu para usar na Rural? Não existe o melhor pneu para usar na Rural porque a Rural é utilizada em varios tipos de terreno e para varias finalidades. Algumas pessoas trocam os pneus apenas para mudar a aparência da Rural deixando ela mais alta ou mais baixa. Para quem quer manter a Rural original a melhor opção é o pneu original 7.10-15 Cidade Campo com os aros originais que comprovou ser um bom pneu ao longo de mais de 40 anos porem este pneu não é mais fabricado. Quem procura o máximo de tração no fora de estrada geralmente escolhe o pneu 7.00-15 borrachudo Argentino das marcas Firestone ou Fate-O ou ainda o pneu 7.50-16 militar que são pneus grandes e requerem uma adaptação com troca de aros e levantamento da suspensão. Para quem quer um bom pneu para asfalto e uso misto recomendamos um pneu radial moderno como aqueles utilizados nas caminhonetes S-10, Ranger e Hilux. Algumas medidas que já foram utilizadas na Rural com bons resultados incluem o 225/75-R15, 215/80-R15, 205/80-R16 e 215/80-R16. Não recomendamos pneus mais largos porque raspam na barra de direção e carroceria e tornam a direçaõ mais pesado alem de serem muito largos para os aros originais. O uso de pneus muito maiores que os originais pode forçar e danificar os eixos e diferenciais. A combinação explosiva de pneus maiores com um motor mais potente e excesso de carga aumenta as chances de ter problemas e quebras de eixo traseiro. Hoje o proprietário de uma Rural dispõe de uma grande oferta de medidas e marcas de pneus enquanto alguns anos atrás a oferta era muito limitada Os preços dos pneus podem variar bastante conforme a medida e o pais de origem pois algumas medidas especiais são importadas. Os pneus radias custam hoje (07/2001) entre R$190,00 e R$370,00 cada. Leia mais.

32. A alavanca de cambio no assoalho é original? A Rural foi fabricado com alavanca de cambio na coluna de direção e tambem alavanca de cambio no assoalho. Até 1964 a Rural 4x2 tinha alavanca de cambio na coluna de direção enquanto a Rural 4x4 tinha 3 alavancas no assoalho para cambio, tração e reduzida. A partir de 1965 as Rural 4x2 e 4x4 passaram a ter somente alavanca de cambio na coluna de direção enquanto a Rural 4x4 passou a usar uma alavanca auxiliar monocomando em baixo do painel para acionar a tração e reduzida. A alavanca na coluna é mais comum de encontar. A Rural foi fabricado somente com cambio de 3 marchas até 1964 e depois teve a opção de 4 marchas a partir de 1965. Até 1964 a primeira marcha não era sincronizada o que dificultava a redução de 2a para 1a marcha com o veículo em movimento. Muitas Rural já sofreram alterações na alavanca de cambio passando da coluna para o assoalho que é uma adaptação relativamente fácil de fazer com peças Willys. Muitas Rural tambem já tiveram a caixa de marchas trocado por outro modelo da Willys ou adaptado de outras caminhonetes como C-10/D-20/F-100. A alavanca no assoalho atrapalha quando se leva três pessoas no banco dianteiro. Com a introdução do motor Ford OHC em 1975/76 a Rural passou a usar exclusivamente uma caixa de 4 marchas de alavanca na coluna com relações especiais mais reduzidas devido a maior rotação e menor torque do novo motor..

33. Qual a temperatura normal de trabalho do motor Willys 6 cilindros? A temperatura normal da água especificado no manual para o motor BF-161 6 cilindros é de 70oC a 80oC podendo ocasionalmente ir a 90oC após ser exigido em baixa velocidade. Com a válvula termostática original instalada a temperatura não deverá baixar de 60oC até mesmo em climas frios. Sem a válvula termostática a água circula sempre no radiador e o motor trabalha muito frio, em torno de 40/50oC no inverno e o desempenho do motor será pior alem de comprometer a durabilidade. Use sempre uma válvula termostática no seu motor para obter um desempenho uniforme durante todo o ano em qualquer clima. O indicador de temperatura no painel da Rural normalmente é muito confiável. Se o motor superaquecer repentinamente na estrada uma das primeiras indicações será o barulho do motor batendo pino. A temperatura máxima de funcionamento especificado no manual do proprietário pelo fabricante Willys Overland é 104oC e acima desta temperatura o motor ferve e expulsa (toda) a água. O uso de aditivo etilenoglicol protege o sistema de arefecimento e aumenta a temperatura de ebulição mas pode tambam fazer o motor trabalhar um pouco mais quente. Recomendamos usar aditivo porêm não use etilenoglicol em proporção acima de 30% porque o radiador e motor não foram dimensionados para usar aditivo no verão e podem superaquecer.

34. O meu motor esta superquecendo. O que fazer? O motor 6 cilindros Willys normalmente trabalha frio e a temperatura raramente passa de 80oC. O superaquecimento pode ser causado por: radiador sujo com barro por fora, insetos ou folhas na frente, entupimento nas canaletas internas do radiador, válvula termostática com defeito e não abrindo totalmente, motor com carburação e/ou ignição mal regulado, falha grave de lubrificação, entupimento na passagem de água no bloco e cabeçote do motor, bomba d'água com defeito no rotor (turbina gasta ou corroida) ou com reparo montado errado, correia solta, vazamentos de água nas mangueiras ou eixo da bomba, posição ou modelo de hélice do ventilador errado, tampa do radiador com vazamento, temperatura ambiente muito alto (ex: 50oC), mangueira inferior "chupada" por falta de mola interna, indicador de temperatura no painel com defeito. Você pode testar a válvula termostática colocando dentro de uma panela com água e levando ao fogo e medindo a temperatura de abertura da válvula (deve começar a abrir com 73oC e abrir completamente com 87oC). Se o radiador tiver um entupimento interno, a região sem circulação de água irá ficar frio em relação ao restante do radiador. Umá válvula termostática com defeito tambem pode ser identificado quando o motor superaquece logo após ligar enquanto o radiador e a mangueira superior ficam frios ou apenas mornos devido a não passagem da água quente. É normal a temperatura subir um pouco (ex: 90/95oC) se você parar o veículo logo após estar trabalhando com potência máxima. É importante verificar regularmente o nível da água no radiador e utilizar sempre um aditivo a base de Etilenoglicol (Radcool, Radiex, Paraflu ou similar) na proporção de 20% a 30% para aumentar a temperatura de ebulição (fervura) e ainda evitar ferrugem no bloco do motor, bomba d'água e radiador. Não use concentrações de Etilenoglicol acima de 30% porque a troca de calor será prejudicado e o motor pode esquentar acima do normal. (O etilenoglicol na verdade conduz menos calor do que água pura mas o seu uso é necessário para evitar ferrugem e elevar temperatura de ebulição e baixar temperatura de congelamento). É importante usar um aditivo etilenoglicol de primeira linha vendido concentrado ou puro e evitar os produtos mais baratos que são vendidos já bastante diluidos em água. O etilenoglicol ainda ajuda a lubrificar o selo mecânico ("retentor") que faz a vedação da água no eixo da bomba d'água e aumenta a durabilidade da bomba. O etilenoglicol tambem conserva as mangueiras de borracha que costumam deteriorar e soltas pedações de borracha por dentro. O sistema de arefecimento da Rural tem capacidade de aprox. 10 litros então cada litro de aditivo adicionado representa uma concentração adicional de 10%. Por exemplo, adicionando 3 litros de etilenoglicol no radiador e completando com água você terá uma concentração de aditivo de 30%. A água do radiador deverá estar sempre limpo e cristalino e sem a cor marrom de ferrugem que indica ferrugem no bloco do motor. Existem duas torneiras, uma no bloco do motor proximo do distribuidor e outra na parte de baixo do radiador que facilitam a drenagem da água para limpeza do sistema de arrrefecimento. Existem produtos liquidos proprios para limpar o sistema de arrefecimento.

Temperaturas de congelamento e ebulição/fervura de misturas de aditivos tipo Etilenoglicol na água do radiador. Fonte: Penway
Concentração de Etilenoglicol por Volume Temp. Congelamento Temp. Ebulição Observações
10% -5oC 102oC  
20% -10oC 103oC  
30% -18oC 104oC Não usar acima de 30% no motor Willys
40% -37oC 106oC  
50% -59oC 109oC Não recomendado usar acima de 50% em motores modernos

Não é necessário completar a água até o bocal porque quando o motor aquecer uma certa quantidade irá transbordar. O capô da Rural possui uma aba de borracha pendurado na parte da frente que faz uma vedação de ar evitando que o vento passe por cima do radiador e forçando o ar a passar por baixo pelo radiador. Muitas Rural já não tem esta aba de borracha original instalada o que pode causar problemas de superaquecimento em condições extremas pois a ventilação do radiador será deficiente. (vou tentar colocar uma foto desta peça de borracha).

35. Tenho uma Rural e não consigo eliminar a folga da direção. O que fazer? A folga e falta de precisão da direção da Rural é um problema crônico que sempre existiu e nunca foi totalmente resolvido pela fábrica. Primeiro devemos lembrar que a Rural é um projeto da decada de 40 para andar em baixa velocidade e não pode ter a mesma precisão de direção de um carro moderno de última geração. Já ouvi dizer que todos os Jipes com jumelos dianteiros virados para frente (Ex: Rural, Samurai, Bandeirante etc...) tem problemas de precisão na direção. Existem muitos fatores que podem piorar a direção incluindo folgas e desgaste no sistema de direção, folgas na suspensão (buchas, jumelos, feixes) , desnivelamento das suspensões, alinhamento e geometria das rodas dianteiras e traseiras, alinhamento do chassi, calibragem dos pneus, tipo de pneus utilizados na frente, distribuição de peso no veículo, ondulações e defeitos na estrada etc... A direção da Rural só fica razoavel quando todos estes fatores são corrigidos. Para eliminar as folgas da direção você deve primeiro determinar onde esta a folga ja que pode estar localizado em varios pontos. Deite em baixo da frente do veículo (com motor desligado, freio de mão acionado) e solicite que alguem gire ("balance") o volante de direção repetidamente para ambos os lados enquanto você observa com uma lanterna e sente com os dedos (tenha cuidado!) onde estão localizados as folgas. A folga normalmente existe em pontos de articulação da direção onde ocorre atrito e desgaste normal por longo uso ou por falta de graxa. Você deve ainda verificar folgas nas rodas e pinos mestre levantando a frente da Rural e balançando as rodas para cima e para baixo com as mãos e sentindo folgas. Algumas folgas podem ser eliminados com um simples ajuste de parafuso (ex: caixa de direção, extremidades da barra de direção). Outras folgas requerem a troca da peça desgastada como terminais de direção, buchas da caixe de direção, reparo do pino mestre, reparos da barra de direção, braço pitman etc... Se a caixa de direção continuar com folga após o aperto do parafuso de ajuste será necessário trocar o setor e o reparo (buchas + juntas) da direção ou a caixa de direção inteira que ainda existe novo no mercado. As rotulas de aço do braço pitman e do braço da roda esquerda ficam ovalizados com o desgaste o que dificulta a regulagem porque ora apresenta folga ou aperto exagerado conforme se gira a direção. As peças da direção são itens de segurança e todo cuidado é pouco na hora de fazer uma substituição. Use apenas peças de primeira linha de fabricantes idôneos (TRW, Albarus, Driveway etc...) com mão de obra qualificada e experiente e evite qualquer tipo de enjambração ou quebra galho. Evite de usar solda para reparos no sistema de direção porque pode fragilizar a peça temperada que irá romper. Prefira pneus do tipo radial estreito com os aros originais no eixo dianteiro. Um amortecedor de direção pode melhorar bastante a direção e torna-lo muito mais estavel e previsível. Alguns proprietários de Rural já adaptaram a caixa de direção de outros carros (ex: Maverick, Dodge, Galaxie, Santana, direção hidraulica etc...) com bons resultados mas não podemos recomendar porque não conhecemos. Siga as especificações de ajuste da convergência das rodas dianteiras descritas no manual do proprietário conforme o modelo da sua Rural. Existem diferenças nos braços de direção da Rural 4x4, 4x2 standard, e 4x2 luxo com mola helicoidal. Após a eliminação das folgas siga um programa de lubrificação regular com graxa para evitar o desgaste das articulações e o surgimento de novas folgas. Veja mais informações da direção da Rural 4x2 STD e 4x4 e Rural 4x2 Luxo neste site.

36. Vale a pena trocar a caixa de 3 marchas por uma caixa de 4 marchas?

A caixa de 4 marchas oferece mais opções de marchas especialmente nas baixas velocidades. Nas tabelas logo abaixo podemos ver as velocidades da Rural 4x2 alcançadas em cada marcha usando os pneus originais 7.10-15 e diferencial original com relação 4.89:1. As duas caixas tem a mesma velocidade final na última marcha já que ambas as caixas tem uma relação de 1:1 na marcha mais alta. Na tabela a rotação de 2000rpm é a rotação de torque máximo do motor e 4400rpm é a rotação de potência máxima. De modo geral uma Rural com 4 marchas originais vai ter um desempenho melhor que uma Rural de 3 marchas em estradas com subidas e descidas que exigem marchas reduzidas. Em terreno plano onde se viaja na marcha mais alta os desempenhos serão equivalentes. A primeira marcha da caixa de 4 velocidades é ligeiramente mais reduzida que a primeira marcha da caixa de 3 marchas. Já ouvi um comentário de que a caixa de 4 marchas é mais frágil do que a caixa de 3 marchas mas não posso confirmar. O assunto de relações de marchas é bastante extenso e uma explicação detalhada requer varias paginas da web. Poderemos oferecer mais informações detalhadas sobre este assunto no futuro. O importante é lembrar que a marcha mais longa é identico na caixa de 3 marchas e na caixa de 4 marchas e a caixa de 4 marcha não "anda mais" como a maioria das pessoas pensam. Já ouvi pessoas falar que vão trocar a caixa de 3 marchas por uma de 4 marchas para "andar mais" e ficar "mais econômico" na estrada o que é completamente errado porque as duas caixas são iguais em alta velocidade. (ver tabelas de velocidade da Rural e F-75 4x2 e 4x4). As relações das caixas de 3 e 4 marchas da Rural permaneceram as mesmas de 1960 até 1975/76 quando terminou a fabricação do velho motor 6 cilindros BF-161. A partir de 1975/76 com o novo motor Ford OHC 4 cilindros, a Rural passou a usar exclusivamente uma caixa de 4 marchas com relações mais reduzidas para aproveitar melhor a maior rotação e menor torque deste novo motor.

Velocidades com Caixa de 3 marchas
Marcha Relação 2000rpm 4400rpm
1a 2,798:1 19 km/h 42 km/h
2a 1,551:1 34 km/h 75 km/h
3a 1:1 53 km/h 117 km/h
Velocidades com Caixa de 4 marchas
Marcha Relação 2000rpm 4400rpm
1a 2,991:1 18 km/h 39 km/h
2a 1,992:1 27 km/h 59 km/h
3a 1,390:1 38 km/h 84 km/h
4a 1:1 53 km/h 117 km/h

36. Qual o óleo recomendado para a caixa de marchas da Rural?

O óleo da caixa de marchas recomendado no manual do proprietário da Rural é o óleo mineral puro SAE-90 GL-1 porem esta especificação de óleo não é mais fabricado no Brasil. Como alternativa você pode usar um óleo SAE-90 GL-4 ou um óleo de motor SAE-50. O mais importante é nunca usar um óleo de extrema pressão tipo GL-5 que pode ser prejudicial aos componentes de bronze da caixa como buchas e aneis sincronizadores. O óleo tipo GL-5 é um óleo com aditivos especiais para diferencial hipoidal no eixo traseiro e nunca deve ser usado na caixa de marchas e reduzida da Rural. O Manual do Proprietário da Rural é claro quando diz "nunca ponha óleo hipoidal nas caixas de mudanças e transmissão múltipla". Leia mais sobre óleos

37. Qual o óleo recomendado para o motor Willys 6 cilindros?

Até 1968 o óleo recomendado no manual do proprietário era exclusivamente o óleo de motor SAE-30. A partir de 1969 o óleo recomendado passou a ser o multiviscoso SAE-20W/40 ou SAE-20W/50. A melhor opção hoje para motores em boas condições é o óleo SAE 20W-40. Motores com maior desgaste e barulhos de folgas ou em climas muito quentes podem usar o SAE-20W/50 ou SAE-40. Leia Mais sobre óleos

38. É possível instalar direção hidraulica na Rural?

Sim, muitas Rural já rodam com direção hidraulica adaptada de outros carros como Maverick, Dodge, Galaxie, Santana etc... Não tenho noticia de direção hidraulica original de fábrica na Rural. A instalação incluindo a fixação, soldas, mangueiras, polias, fixação da bomba etc.. deverá ser muito bem feito por se tratar de um item de segurança no veículo. A direção hidraulica pode sobrecaregar o sistema de direção porque o motorista não sente o esforço nas rodas. A direção da Rural em asfalto normalmente é leve porem pneus mais largos e rodas com offset diferente do original podem tornar a direção pessado. Evite soldas nos braços de direção e rotulas de aço porque pode diminuir a resistência do material. Como em qualquer veículo, a direção hidraulica "rouba" potência do motor atraves da correia de acionamento.

38. É possível instalar ar condicionado na Rural?

Eu já vi uma Rural com ar condicionado do tipo utilizado nos carros grandes da decada de 70 (Dodge, Maverick, Landau). A unidade evaporadora onde sai o ar frio vai fixado por baixo do painel. O compartimento do motor tem espaço de sobra para instalação do compressor e há bastante espaço para instalar o radiador do sistema. A instalação parece ser apenas uma questão de custo e algumas horas de boas adaptações. A Rural possui um ótimo alçapão na frente do vidro dianteiro que funciona como um "ventilador" e deixa entrar bastante vento com o veículo em movimento. Pode ser necessário colocar uma nova polia adicional no virabrequim para acionamento da correia do compressor. Na seção de Dicas de Manutenção neste site mostramos fotos de uma Rural com ar condicionado.

39. Quais os equipamentos obrigatórios na Rural?

Leia mais sobre os equipamentos obrigatorios neste site em página exclusiva sobre o assunto.

40. Qual a cor do Motor 6 cilindros da Rural?

cor do motor Willys   A cor original do bloco do motor é vermelho com a tampa de válvulas e pá do ventilador na cor preto. A bomba de água é vermelho. A carcaça fundido da embreagem e caixa de marchas tambem é pintado na mesma cor vermelho. O filtro de óleo tem o corpo de cor laranja e tampa de cor preto. O motor de partida, radiador e filtro de ar é cor preto. O eixo traseiro é cor preto com a carcaça de ferro fundido do diferencial na cor vermelha.

 

41. Qual o significado do número do chassi na Rural e Pick Up Willys?

O numero do chassi da Rural e Pick Up normalmente informa o ano de fabricação, modelo da caminhonete e número de serie. O primeiro algarismo identifica o ano de fabricação, por exemplo o numero "2" pode significar que foi fabricado em 1962 ou 1972. Os proximos quatro algarismos identificam o modelo e tipo de tração conforme a tabela abaixo.

Codigo do Chassi   Modelo e tipo de tração
8126   Rural 4x2 std. (eixo rigido)
8122   Rural 4x2 "Luxo" (mola espiral)
8322   Rural 4x2 "Luxo" (mola espiral)
8222   Rural 4x4
9121   Pick Up Willys 4x2 std. (eixo rigido)
9122   Pick Up Willys 4x2 "luxo" (mola espiral)
9321   Pick Up Willys 4x2 "luxo" (mola espiral)
9221   Pick Up Willys 4x4

Vejamos um exemplo com o seguinte número de chassi: 292210160. Esta caminhonete é uma Pick Up Willys 4x4 fabricado em 1962 com o número sequencial de serie 0160. O numero do chassi normalmente é gravado na lateral da longarina do chassi atras da roda dianteira direita e aparece tambem na documentação do veículo. Com o número do chassi você pode saber se sua Rural saiu de fábrica com tração original 4x2 ou 4x4. Os ultimos F-75 fabricados pela Ford utilizavam outro sistema de numeração do chassi que identificava tambem a cor e local de fabricação.


MANDE SUAS PERGUNTAS, DUVIDAS E SUGESTÕES

Atualizado em: 12 abr 2003

clique aqui para voltar à página inicial deste site

© Site Rural Willys Brasil 1999, 2000, 2001 , 2002 - Todos os Direitos Reservados

Webmaster